Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Indígenas ocupam sede da Funai em Altamira no Pará

O grupo pede a retirada dos não-índios de duas terras indígenas: a Apyterewa, do povo Parakanã e a Cachoeira Seca, do povo Arara

No AR em 15/02/2018 - 19:09

Indígenas das etnias Parakanã, Arara, Juruna, Chipaya e Xikrin ocuparam a sede da Funai, em Altamira, no Pará durante protesto nesta quinta-feira (15).

O grupo pede a retirada dos não-índios de duas terras indígenas: a Apyterewa, do povo Parakanã e a Cachoeira Seca, do povo Arara

As áreas fazem parte do complexo de terras indígenas afetadas pela Usina Hidrelétrica de Belo Monte e a regularização fundiária, incluindo desintrução dos ocupantes não-indígenas, é uma das condicionantes governamentais presentes no processo de licenciamento ambiental do empreendimento. 

Os indígenas também querem a substituição do atual coordenador regional e agilidade na distribuição da renda indígena. 
 

O Repórter Amazônia desta quinta-feira (15/2) destaca ainda: 

- Cheia de rios deixam cidades do Pará e Tocantins em situação de alerta

- Ex-deputados federais são alvos de operação da Polícia Federal no Amapá

- Manaus garante vaga na Copa Verde

- Theatro da Paz em Belém completa 140 anos

 

Criado em 15/02/2018 - 19:21

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique