Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Instituto Semeia lança guia sobre visitação segura a parques naturais e urbanos

Ouça a entrevista com o coordenador do projeto, Rodrigo Góes

Revista Brasil

No AR em 22/12/2020 - 09:08

Não existe um padrão no Brasil para a reabertura dos parques urbanos e das unidades de conservação nesta pandemia de covid-19. Cada local tem adotado a sua forma de reabrir, com protocolos de segurança específicos, conforme as suas peculiaridades, explica o coordenador do Instituto Semeia, Rodrigo Góes. 

Confira a entrevista no player acima.

Para orientar os gestores nesse processo de retorno às atividades, o Instituto Semeia lançou o Guia para visitação em áreas protegidas no contexto da Covid-19.

 

"É muito importante que tudo seja pensado para garantir a segurança dos visitantes, dos trabalhadores e de quem mora perto desses espaços", disse Rodrigo.

 

Nesta entrevista ao Revista Brasil, o coordenador destaca os cuidados que devem ser tomados para a reabertura dos parques urbanos e das unidades de conservação.

 

"O principal desafio é lidar com o público e com diversos padrões de comportamento em uma área que é muito grande e difícil para fazer o monitoramento de todos os espaços. Quando a gente considera que a maioria dos parques também carece do número de funcionários necessários para que os trabalhos sejam executados com perfeição, esse desafio fica ainda maior", declarou.

 

Segundo Góes, os gestores devem promover uma conscientização dos visitantes para que eles se sintam como parte do local e, assim, ajudem a apoiar a conservação do meio ambiente.

 

"É preciso que se promova uma consciência em relação ao comportamento de cada um, para que essas unidades possam seguir abertas, proporcionando todos os benefícios para a saúde pública, a qualidade de vida das pessoas e, obviamente, para a conservação da natureza", concluiu.

 

Criado em 22/12/2020 - 16:06

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa