Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Cresce uso de salas especiais de escuta em tribunais para crianças vítimas de violência

O advogado e coordenador da Condepe- SP Ariel de Castro Alves comenta sobre a importância desse método para a garantia da segurança das vítimas

Tarde Nacional

No AR em 06/04/2018 - 17:13

Tribunais de Justiça do país estão aderindo cada vez mais ao uso de salas especiais de escuta para crianças e adolescentes vítimas de violência prestarem depoimentos. O procedimento é recomendado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). De acordo com o órgão, no depoimento especial, também conhecido como depoimento sem dano, a criança conta o tipo de violência que sofreu a um profissional capacitado, em ambiente lúdico. A conversa é gravada, para que a criança não precise repetir o relato e reviva o trauma.

O advogado e coordenador da Comissão da Criança e do Adolescente do Conselho Estadual de Direitos da Pessoa Humana de São Paulo (Condepe- SP) Ariel de Castro Alves comenta sobre a importância desse método para a garantia da segurança das vítimas. O entrevistado que é ex- Conselheiro do Conanda e cofundador da Comissão da Criança e do Adolescente do Conselho Federal da OAB comenta que casos de abuso sexual foram o principal fator para a criação desses espaços.

Ouça a entrevista completa no player.

Criado em 06/04/2018 - 17:45

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa