Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Saiba como lidar com a compulsão alimentar na quarentena

Ficar atento aos principais sinais é a melhor alternativa para evitar o transtorno

Tarde Nacional

No AR em 30/07/2020 - 17:57

Com a necessidade do isolamento social, ficar em casa pode se tornar uma rotina tediosa. Para driblar o problema, muitas pessoas estão descontando o medo e a frustração na comida. Hábito que pode gerar um transtorno grave: a compulsão alimentar

Para combater o transtorno da forma correta, é preciso entender a diferença entre gula e compulsão alimentar. Segundo a psicóloga Flávia Teixeira, mestre em Saúde Coletiva pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e especialista em Transtornos Alimentares pela Universidade de São Paulo (USP), é normal cometer “gulas”. O caso só é tratado como transtorno alimentar quando a pessoa perde o controle de sua alimentação.

Saiba mais no player abaixo:


“Quando a pessoa é acometida pela compulsão alimentar, ela vai comendo tudo o que vê pela frente. Ela vai comer comida crua, comida gelada… Ela vai buscar tudo e qualquer alimento que tiver pela frente. Muitas vezes comem até a comida do lixo”, explicou.

 

O principal problema é que muitas pessoas, quando cometem gula, decidem iniciar dietas restritivas ou criam outros transtornos, como a bulimia. Esses fatores podem contribuir para o aparecimento da compulsão alimentar. 

 

“Existe a bulimia, ela tem os impulsos, ela come, mas depois tenta botar pra fora e vomitar porque a culpa é muito ruim. Daí com essa vergonha a pessoa começa a se alimentar escondido, ela tem medo de perder o controle na frente dos outros. A restrição é um dos gatilhos para a compulsão”, ressaltou.

 

O transtorno pode ser tratado com o auxílio de uma equipe multidisciplinar, formada por psicólogo, psiquiatra e nutricionista. Se você se identificou com algum dos sintomas, procure ajuda de um profissional.

Criado em 30/07/2020 - 18:01

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa