Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Filme brasiliense abre a 48ª edição do Festival de Gramado nesta sexta-feira (18)

Um dos mais tradicionais eventos do cinema brasileiro é exibido via streaming pela primeira vez

Tarde Nacional

No AR em 18/09/2020 - 15:40

Começa nesta sexta-feira (18) o 48º Festival de Cinema de Gramado que acontece até o dia 26 de setembro. Neste ano, as transmissões dos filmes e dos debates serão exibidas no Canal Brasil e via streaming. Entre os destaques está o longa "Por que você não chora?", da cineasta Cibele Amaral, que abre logo mais o festival. O filme de Brasília fala sobre a depressão, o suicídio e outras questões ligadas à saúde mental.

Para conversar com o programa, recebemos a atriz e jornalista brasiliense Carolina Monte Rosa e a cineasta, e tambem roteirista do filme, Cibele Amaral. O longa, que foi filmado em diversos pontos turísticos da capital federal, dramatiza as experiências da diretora como psicóloga estagiária no Instituto de Saúde Mental (ISM). Além da poetisa Elisa Lucinda, faz parte do elenco nomes como Bárbara Paz, Cristiana Oliveira e Maria Paula. Carolina Monte Rosa faz justamente o papel de uma psicóloga que acompanha uma paciente com o Transtorno Borderline.

Na entrevista, a diretora brasiliense comemora o apoio do governo local. "Como estamos distantes do eixo RJ-SP é tudo mais complicado pra gente. Então, é uma conquista. A gente precisa comemorar muito e viver esse dia de hoje, dessa estreia, com muita energia. Porque nós não temos as mesmas oportunidades que as outras produtoras apesar do DF ser um polo de produção audiovisual do país. A gente precisa que o fomento do Estado continue. Inclusive, sem essa ajuda, o filme nem existiria porque o audiovisual é caro", pontua a artista.

No papo, elas falam mais sobre suas trajetórias até o cinema. Cibele, que já esteve outras vezes no festival, fala mais sobre a expectativa desse novo trabalho. "O filme estar no festival é uma chancela importante, uma forma de divulgar o longa. E o filme já chegou na boca do povo. Eu estou recebendo mensagens de tudo quanto é lugar. Filmamos em dezembro de 2017 e ele foi amadurecendo através de várias consultorias por ser um tema tão delicado", finaliza a diretora.

Será que ainda há o tabu em se falar de suicídio? Segundo a roteirista, até a Campanha Setembro Amarelo recebe críticas. Ouça a entrevista completa no player acima. 

Tarde Nacional vai ao ar de segunda a sexta, no horário de 15h às 17h, pela Rádio Nacional de Brasília.

Criado em 18/09/2020 - 17:31 e atualizado em 18/09/2020 - 17:09

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa