Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Verão favorece a proliferação do Aedes aegypti

Ouça entrevista com Cássio Peterka, coordenador-geral de Vigilância de Arboviroses do Ministério da Saúde

Tarde Nacional

No AR em 30/12/2021 - 16:30

É nessa época do ano com calor e chuva que as pessoas devem ficar atentas com o mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. Mesmo na situação atual, que apresentou uma redução dessas arboviroses em relação a 2020, foram 530 mil casos este ano. Ou seja, quase metade do ano passado. Mas olhando para cada município e estado a situação não é a mesma.

Sobre esses sintomas e cuidados, o Tarde Nacional desta quinta-feira (30) conversou com Cássio Peterka, coordenador-geral de Vigilância de Arboviroses do Ministério da Saúde. 

"Nem sempre o que ocorre em um lugar ocorre em outros, a transmissão ainda é preocupante", alerta o coordenador. 

Segundo ele, os sintomas da dengue começam com febre alta, dor no corpo, dor nos olhos. Diferente da zika que apresenta febre mais baixa e coceira pelo corpo. Havendo suspeita de algum desses sintomas a pessoa deve procurar, imediatamente, o posto de saúde para ter uma melhor orientação, lembrando sempre de beber muita água.

Basicamente, para não serem contaminadas as pessoas devem evitar ter contato com a fêmea do Aedes. E não esquecer dos cuidados básicos como: evitar água parada, pneu vazio abandonado, ter cuidado com pratos de planta e vasilhas de água de animais domésticos.

Confira a entrevista completa no player acima. 

O Tarde Nacional vai ao ar de segunda a sexta, no horário de 15h às 17h, pela Rádio Nacional de Brasília.

Criado em 30/12/2021 - 17:35

Mais do programa