Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

2021 foi o ano com maior afastamentos do trabalho por causa de dores nas costas 

Segundo dados do Ministério do Trabalho, patologia ficou em 2º lugar perdendo apenas para a covid-19

Tarde Nacional

No AR em 05/01/2022 - 13:39

Geralmente, ter dor nas costa é regra, não uma exceção. Segundo dados do Ministério do Trabalho, 2021 foi o ano com maior afastamentos do trabalho por causa de dores nas costas perdendo somente para os afastamentos devido à covid-19. E são inúmeros os fatores que causam este incômodo. Sobre esse assunto, o Tarde Nacional conversou com o médico ortopedista, Renato Raad.

Ouça mais no player acima.

Na avaliação do especialista, é possível melhorar as dores com alongamento e fortalecimento muscular. No entanto, na pandemia houve um aumento de pessoas que se queixam de dor nas costas, isso porque elas ficaram confinadas em ambientes domiciliares e pararam de fazer atividade física, só isso já piora a intensidade da dor vertebral.

"Em casa a pessoa tem um ambiente não ergonômico, ou seja, não existe uma cadeira adequada, ou simplesmente o trabalho é feito desde o sofá, aumentando o desconforto na coluna vertebral. Fazer atividade física adequada, manter o peso e evitar o tabagismo são atitudes que podem ajudar a prevenir o aparecimento de dores nas costas. Mas 90% da população mundial tem, teve ou terá, algum desconforto na coluna no decorrer da sua vida", afirmou o médico.

Mas como ela acontece ou começa? Na grande maioria das vezes, segundo explica Raad, a dor nas costas pode estar relacionada à má postura, ao enfraquecimento dos músculos paravertebrais e até a problemas genéticos. 

O Tarde Nacional vai ao ar de segunda a sexta no horário de 13h às 15h pela Rádio Nacional de Brasília

Criado em 05/01/2022 - 14:51

Mais do programa