Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Campanha incentiva a leitura para crianças hospitalizadas

Intitulada "Um Milhão de Amigos", iniciativa é organizada pela Associação Viva e Deixe Viver que forma voluntários para contação de histórias

Tarde Nacional

No AR em 18/01/2022 - 14:30

Atuando em 85 hospitais de 23 cidades do Brasil, a Associação Viva e Deixe Viver lê em média 22 mil livros por ano. Com cerca de 1.300 voluntários contadores de história, a organização que completa 25 anos em 2022 está com uma campanha para alcançar Um Milhão de Amigos. Os interessados podem colaborar com R$ 10 uma única vez ou mensalmente. Sobre esse assunto, o Tarde Nacional conversou com Valdir Cimino, fundador da Associação.

"São 1,3 mil voluntários dedicando o seu tempo para levar um momento de distração e felicidade aos pacientes. São quase 40h o curso de formação de contadores de história. E cada voluntário fica de 2h a 2h30 semanal atuando em um hospital que ele escolheu", explica ele.

Na conversa, Valdir destaca o momento em que os profissionais de saúde percebem que esse trabalho voluntário pode ser altamente colaborativo. "Então, nós somos prescritos. Olha, aquela criança está triste ou vai fazer uma cirurgia. Quando a gente recebe essa informação, a gente vai levar motivação e coragem. Vai construir uma história com ela", adianta ele ao citar, inclusive, que a Associação faz pesquisas regularmente, como medir a endorfina e o cortisol dessas crianças.

Ouça a entrevista completa no player acima.

"A gente percebeu que a contação de história é disparadamente um gatilho, para poder criar a empatia, o contato. E quando a gente conta para a criança hospitalizada a gente está contando para a família também", finaliza.

Criado em 18/01/2022 - 16:30

Mais do programa