Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Albinismo pode afetar pessoas de todas as raças sem distinção

Saiba o que é o Albinismo, qual a causa, como prevenir e se existe

Para explicar sobre o albinismo, o Cotidiano convidou o dermatologista Paulo Cunha. O albinismo é uma doença genética causada pela falta da melanina que dá cor a pele e proteje contra os raios ultravioleta do sol, que embora importantes, são danosos porque causam mutações na pele e consequentemente o câncer. E os albinos não têm essa proteção, são totalmente brancos e ainda têm alteração ocular.

 

O albinismo é um problema sério em alguns países como a África e Tanzânia, inclusive há crenças de que partes dos corpos de pessoas albinas poderiam conferir poderes mágicos aos particantes de rituais. Mas a Organização das Nações Unidas instituiu o dia 13 de junho, como o Dia Mundial de Conscientização do Albinismo, para informar a população sobre a doença.

 

De acordo com o dr. Paulo Cunha, da Associedade Brasileira de Dermatologia, o albinismo é um problema sério também no Brasil, inclusive no litoral do Maranhão, na Ilha dos Lençõis, perto do Pará, a incidência de albinismo é muito alta. Neste local de difícil acesso vivem 300 pessoas e a maioria tem câncer de pele, inclusive as crianças, por causa do sol. O dano que o sol causa na pele do albino é desastroso, diz o médico.

 

Ouça as ideias que o dermatologista tem que poderiam ajudar os albinos naquela ilha brasileira, nesta entrevista ao programa Cotidiano, com a jornalista Luiza Inez Vilela, na Rádio Nacional de Brasília.



Criado em 16/06/2015 - 21:32 e atualizado em 16/06/2015 - 17:59

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique