Madeira ilegal é apreendida em região de fronteira no Amazonas

Ação resultou na apreensão de 432 toras de madeira e na aplicação de multa de R$ 130,5 mil
Contrabando de madeira
Contrabando de madeira Agência Pará de Notícias

Uma ação integrada de fiscalização na fronteira do Amazonas com o Peru resultou na apreensão de uma jangada com 432 toras de madeira e na aplicação de multa no valor de R$ 130,5 mil.
 
A ação envolveu Ibama, Exército, Funai, Polícia Federal e o Batalhão Ambiental da Polícia Militar do Amazonas.
 
O flagrante ocorreu no rio Javari, no município amazonense de Atalaia do Norte. Um peruano que transportava as toras de madeira foi abordado pela equipe de fiscalização e apresentou documentação peruana sobre a origem da madeira com informações inconsistentes.
 
Segundo a Funai, parte da madeira foi extraída ilegalmente em território brasileiro, na Terra Indígena Vale do Javari.
 
A ação faz parte da Operação Javari, que combate o tráfico de biodiversidade na tríplice fronteira (Brasil, Colômbia e Peru). Na região, é recorrente o tráfico de madeira e de peixes ornamentais.
 
As toras apreendidas, que chegaram nessa quarta-feira a Benjamin Constant, vão ficar sob guarda do Exército até serem doadas.
 
Também são destaques do Jornal da Amazônia 1ª Edição desta quinta-feira (16): Acre e Mato Grosso vão receber recursos do governo federal por desastres naturais;  Exército reforça fiscalização em região de fronteira em Roraima
 
O Jornal da Amazônia 1ª Edição vai ao ar, de segunda a sexta-feira, às 7h45, na Rádio Nacional da Amazônia, uma emissora da Empresa Brasil de Comunicação.

Jornal da Amazônia - 1ª Edição
em
16/02/2017 - 08:30
atualizado em
16/02/2017 - 09:36