Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Justiça derruba liminar que suspendia funcionamento de radares de trânsito em Boa Vista

A Justiça entendeu que o Procon Assembleia, que requereu a liminar, não possui legitimidade para a ação

Repórter Nacional - Amazônia

No AR em 12/04/2018 - 10:57

O Tribunal de Justiça de Roraima suspendeu na terça-feira (10) a liminar que impedia a Prefeitura de Boa Vista de utilizar os radares eletrônicos instalados na capital.

A Justiça entendeu que o Procon Assembleia, autor do pedido de liminar, não tem legitimidade para entrar com a ação, já que não se trata de relação de consumo.

Para a desembargadora e presidente do Tribunal de Justiça de Roraima, Eliane Bianchi, a decisão que concedeu a liminar representava grave lesão à ordem e à segurança do município. Com a suspensão da liminar, os radares passam a operar imediatamente.

De acordo com a defesa do município, todos os equipamentos foram verificados pelo Inmetro e no período de doze meses foram promovidas ações educativas em toda a cidade, para que os condutores tivessem pleno conhecimento da implantação dos radares.

Ouça também no Repórter Nacional - Brasília:

- CPI que apura crimes ambientais em Barcarena faz oitivas.

Ouça no player abaixo:


Mais do programa