Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Tocantins espera economizar R$ 3 milhões com audiências de detentos por videoconferência

Expectativa do governo do estado é dar mais rapidez aos processos.

Repórter Nacional - Amazônia

No AR em 14/10/2019 - 20:16

O governo do Tocantins e o Tribunal de Justiça do estado assinaram, nesta segunda-feira, um convênio para a implantação de sistema de videoconferência para audiências com presos. O sistema deve entrar em funcionamento em até seis meses e vai reduzir a necessidade de remoção dos detentos para audiência no tribunal. A economia estimada é de R$ 3 milhões por ano.

O governador do Tocantins, Mauro Carlesse, também destaca a possibilidade de acelerar os processos e julgamentos.

O sistema de videoconferência para audiências com detentos vai custar cerca de R$ 4 milhões para o governo do Tocantins e R$ 3 milhões para o Tribunal de Justiça do estado. Ao reduzir os deslocamentos para o tribunal, a ideia também é aumentar a segurança do preso, dos profissionais e dos servidores envolvidos nas audiências. De acordo com relatório do Conselho Nacional de Justiça, o Tocantins possui 3.604 pessoas privadas de liberdade.

Criado em 14/10/2019 - 20:19

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa