Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Perícia vai avaliar causas de desabamento de viaduto em Brasília

Engenheiro que participou da obra diz que faltou manutenção

Repórter Nacional

No AR em 08/02/2018 - 10:08

Vinte e quatro horas após o ocorrido, o engenheiro de obras importantes em Brasília, ainda nos anos 50, chegou para avaliar a situação da estrutura que ele ajudou a tirar do papel. Emocionado, Bruno Contarini, de 84 anos, considerou um milagre a ausência de feridos.

Contarini explica que o viaduto do Eixão Sul foi construído em tempo recorde, para que fosse possível a inauguração de Brasília, prestes a completar 58 anos. Em apenas 40 dias, a estrutura ficou pronta e, segundo o engenheiro, devidamente preparada para durar muitos anos, desde que tivesse a manutenção correta, o que segundo ele, não ocorreu.

 

Desabamento Eixão

Segundo a perita criminal e engenheira civil, Larissa Marins, não é possível prever quando as causas serão apontadas.

Agora, o desafio é avaliar, em grupo, se a estrutura precisa ser totalmente demolida ou se o que restou vai ser recuperado. Para avaliar o que fazer com o viaduto, uma força-tarefa foi montada pelo governo, com a participação do Conselho Regional de Engenharia e do Departamento de Engenharia da Universidade de Brasília.

Confira também nesta edição:

- Senado aprova prazo para instalação de bloqueadores de celular em presídios

- Deputados criticam novo texto da reforma da Previdência

- Governo estabele dia 28 de fevereiro como data limite para votar reforma

Ouça o Repórter Nacional:

Criado em 08/02/2018 - 10:24

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa