Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Governo prepara mudanças no programa Minha Casa Minha Vida

Entre as novidades, a chamada Moradia Social, que vai dar abrigo, sem custo, às famílias que ganham até um salário mínimo

Repórter Nacional

No AR em 06/06/2019 - 07:30

O Minha Casa Minha Vida, programa habitacional do governo federal, vai mudar. Pelo menos essa é a ideia do Ministério de Desenvolvimento Regional, que pretende dividir o benefício em duas linhas de acesso à moradia.

O ministro do desenvolvimento regional, Gustavo Canuto, explicou que o programa vai levar em conta critérios diferentes e subdivisões, de acordo com a renda familiar. Essas mudanças devem ser propostas ao Congresso Nacional, por meio de um projeto de lei.

A ideia é dividir o Minha Casa Minha Vida em duas modalidades: a poupança imobiliária, para famílias de baixíssima renda com até um salário mínimo, e a moradia social, para famílias de baixa e média renda, entre dois e sete salários.

Para as famílias de baixa e média renda, a ideia é a locação social financiada. Nessa modalidade, empresas financiam os imóveis para o governo pagar depois. Nesse caso, as famílias beneficiadas serão escolhidas pelo município e a iniciativa privada. Assim, os beneficiados vão ter uma poupança habitacional e o valor pode ser usado para adquirir o imóvel em que mora ou um outro.

Para quem vive em situação precária, com renda familiar de até um salário, a modalidade sugerida é a moradia social. Nesse caso, o governo estuda construir o conjunto habitacional, administrado pela prefeitura e as famílias não devem pagar nada pela moradia.

A reformulação propõe, ainda, a modalidade de "promoção para alienação", com prioridade de atender famílias afetadas por calamidades públicas ou por intervenções de obras federais. 

Ouça o Repórter Nacional (7h30) desta quinta-feira (06):

Outros destaques desta edição:

- Bolsonaro lança projeto de revitalização do rio Araguaia e reafirma compromisso com o meio ambiente

- E nesta quinta-feira, Bolsonaro e Macri se reúnem em Buenos Aires

- Análises mostram que rio Paraopeba pode ser recuperado

Criado em 06/06/2019 - 09:36

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa