Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Capoterapia para terceira idade utiliza o lúdico da capoeira como terapia

Atividade chega ao Riacho Fundo II para incentivar os idosos a

Você já ouviu falar em Capoterapia? O Revista Brasília desta sexta-feira (27) conversou com o idealizador do projeto Mestre Gilvan. Ele conta que o grande desafio é tirar o idoso de casa e com esta luta brasileira, que reúne musicalidade e cantiga de roda. Segundo o mestre Gilvan a capoterapia é diferente da capoeira tradicional porque não tem voto de capoeira.

 

Confira também: Projeto oferece gratuitamente aulas de capoeira para a terceira idade

 

As atividades acontecem no Riacho Fundo, todas as quarta-feiras, às 16h30, com a proposta de implantação de 100 núcleo de capoterapia em todo o Distrito Federal. Atualmente, vários hospitais, CAPS e clínicas estão utilizando a capoterapia, para ajudar na recuperação de pessoas. Interessados podem obter mais informações pelo telefone (61) 3475-2511.

 

Confira as informações sobre a Capoterapia com o mestre Gilvan, nesta entrevista ao programa Revista Brasília, no ar de segunda a sexta-feira, às 10h, na Rádio Nacional de Brasília, com o jornalista Miguelzinho Martins.