Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Pesquisador fala sobre os sapos-arlequins que estão ameaçados de extinção

Projeto da Ufopa, em conjunto com organizações de vários países, quer salvar a espécie das alterações climáticas e de uma doença letal chamada de quitridiomicose

Brasil Rural

No AR em 17/09/2021 - 05:00

Considerados joias das florestas e riachos das Américas do Sul e Central, os sapos-arlequins estão ameaçados de extinção. E para falar sobre um projeto que busca salvar essa espécie, o Brasil Rural conversou com Samuel Gomides, professor e pesquisador da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa).

Segundo ele, os anfíbios são muito sensíveis às mudanças ambientais, por respirar pela pele, e os sapos da espécie arlequins são mais sensíveis ainda a alteração ambiental. Da população desses anfíbios, muitos da espécie, já estão em declínio e alguns já estão extintos. Além das alterações climáticas, eles podem ser acometidos de um fungo que causa a doença letal quitridiomicose.

Na conversa, o professor explica que os sapos-arlequins têm cerca de 99 espécies, e podem ser encontrados desde a América Central até a Amazônia brasileira. No Brasil há três espécies conhecidas, uma que ocorre ao norte da região do Amapá, outra na cidade de Manaus, e uma terceira espécie distribuída nos estados do Pará, Amapá e Amazonas. 

Ouça a entrevista completa no player acima. Saiba mais sobre o projeto aqui!

Criado em 17/09/2021 - 09:00

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa