Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Justiça determina demolição do Mirante do Rio Negro em Manaus

A determinação do Tribunal Regional Federal da 1ª Região aponta obstrução da visibilidade e desvalorização do conjunto paisagístico e artístico do local

Repórter Nacional - Amazônia

No AR em 03/04/2018 - 10:34

O Mirante do Rio Negro, localizado na zona portuária de Manaus, deve ser demolido. A determinação é do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), que aponta obstrução da visibilidade e desvalorização do conjunto paisagístico e artístico do local.

A retirada do mirante deve ser feita em até seis meses pela Superintendência Estadual de Navegação, Portos e Hidrovias e pela Estação Hidroviária do Amazonas, responsáveis pela obra.

Tombado em outubro de 1987, o conjunto arquitetônico do Porto de Manaus é considerado de grande relevância para o patrimônio nacional. Para o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), as obras realizadas junto aos Prédios da Alfândega e da Guardamoria do Porto desvalorizavam o conjunto tombado.

O Iphan havia entrado com ação em primeira instância, pedindo a proibição das obras, mas a justiça entendeu que não havia prova de dano. O Iphan, o Ministério Público Federal e a União pediram ao TRF-1 o reconhecimento das irregularidades e a imediata demolição do Mirante.

Ouça também nesta edição:

- TRE do Pará inicia atendimento a eleitores em situação irregular.

Ouça no player abaixo:

 

Criado em 03/04/2018 - 10:38

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa