Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Secretaria de Saúde reforça ações de enfrentamento à Aids no Amazonas

Secretário ressalta a necessidade de mais diálogo nas regiões com mais

A Secretaria Estadual de Saúde do Amazonas (Susam) anunciou, na última segunda-feira (14), ações que reforçarão o enfrentamento à Aids, doença que registra alta incidência no estado. Ampliar o número de municípios do interior que passarão a receber, a partir deste mês, o kit maternidade (com medicamentos de profilaxia do HIV), a ser adotado nos casos de mãe HIV positiva, será uma das medidas adotadas pelo órgão.

 

Entre os estados brasileiros, o Amazonas está hoje, segundo o secretário estadual de Saúde, Pedro Elias de Souza, com a maior taxa de detecção de casos de HIV, principalmente entre os jovens. Ele falou sobre o curso de atualização dos protocolos clínicos e diretrizes sobre DST/Aids.

 

Ouça também:

 

Tratamento pós-exposição ao vírus da Aids começa a ser oferecido em Tabatinga

 

“O que iniciou aqui em Manaus ontem foi um curso de atualização dos protocolos clínicos e diretrizes em relação à doenças sexualmente transmissíveis, hepatites virais e, especialmente, à Aids. Essa é apenas uma das ações que nós estamos empreendendo para enfrentar novamente essa epidemia”.

 

O secretário reforça que é necessário mais diálogo, principalmente entre os pais e filhos. “Quero dizer às pessoas da região que redobrem o cuidado, que as pessoas procurem se proteger mais, sobretudo os jovens, e que os pais voltem a conversar com os seus filhos sobre esse problema tão grave”.

 

De acordo com dados da Secretaria Estadual, as cidades de Manaus, Tabatinga, Parintins e Benjamin Constant possuem as maiores incidências de HIV no estado.

 

Entre as ações para enfrentamento à Aids que serão realizadas no Amazonas incluem uma parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) para que a Unidade Móvel da Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), que oferece testes rápidos de HIV e sífilis, passe a desenvolver atividades voltadas para o público jovem.

 

As ações também abrangem o projeto de descentralização do atendimento ambulatorial dos pacientes vivendo com a HIV, que já está em fase final de discussão com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

 

O Repórter Solimões vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 18h45 (horário de Tabatinga), na Rádio Nacional do Alto Solimões (96,1 FM), uma emissora da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).



Criado em 17/09/2015 - 12:00 e atualizado em 17/09/2015 - 08:31

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa