Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Déficit habitacional é uma das causas da ocupação irregular no Rio de Janeiro

Urbanista reflete sobre desabamento de prédio em Rio das Pedras e a necessidade de políticas públicas voltadas para reverter a situação

Tarde Nacional

No AR em 10/06/2021 - 18:05

Em entrevista no Tarde Nacional desta quinta-feira (10), o arquiteto e urbanista Pedro da Luz que é professor associado da Escola de Arquitetura e Urbanismo, da Universidade Federal Fluminense (EAU-UFF); e foi presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), entre 2015 e 2019, fez uma ampla reflexão sobre as causas e soluções para o problema das ocupações irregulares no Brasil, mais especificamente no Rio de Janeiro.

Segundo Pedro, uma "parcela ínfima" da população brasileira tem acesso ao mercado imobiliário formal. Ele cita estudos mais recentes da universidade mostrando que "o déficit habitacional está em torno de 6 milhões de unidades e esse déficit não é absoluto. Ou seja, grande parte das pessoas moram em habitações inadequadas, que foram produzidas pela auto construção, isto é, nas favelas", informa ele.

Durante a conversa ele fala sobre a importância do desenvolvimento de propostas e projetos que incluam essa parcela da população, já que o problema não é somente urbanístico, mas essencialmente financeiro. Uma das soluções apontadas por ele seria a regulação do valor da terra em áreas urbanas, permitindo que determinadas regiões, como por exemplo as áreas centrais, pudessem receber empreendimentos, aumentando a oferta de unidades de moradia e facilitando a queda dos preços dos imóveis.

Ouça a entrevista completa no player acima. 

Criado em 10/06/2021 - 18:32

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa