Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio traz nova edição do Fórum Permanente Violência e Cultura

Psicanalista da SBPRJ fala mais sobre o tema do debate previsto para o dia 19 de agosto via YouTube

Tarde Nacional

No AR em 29/07/2021 - 18:00

Em entrevista no Tarde Nacional desta quinta-feira (29), a psicanalista Flávia Strauch do Departamento de Difusão da Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro (SBPRJ) falou sobre a realização de mais uma edição do Fórum Permanente Violência e Cultura, que vai acontecer no dia 19 de agosto, às 21 horas, no canal do YouTube da SBPRJ.

Em abril passado, o Fórum discutiu sobre a "Insegurança Pública". Nesta próxima transmissão, o tema é a violência (não) domesticada, a transformação do perfil das manifestações de violência em decorrência da pandemia causada pelo coronavírus.

Participam do evento: Andrea Pachá, juíza e escritora; autora de 'A vida não é justa', 'Segredo de Justiça' e 'Velhos são os outros'; e Betty Fuks, psicanalista, professora no Mestrado e no Doutorado em Psicanálise, Saúde e Sociedade da Universidade Veiga de Almeida (RJ) e supervisora no curso de especialização em psicologia clínica da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ).

Durante a entrevista, Flavia reflete sobre os efeitos da pandemia no emocional das pessoas, o aumento da violência dentro dos lares, principalmente no que diz respeito à violência contra a mulher e o feminicídio. Em relação a todas as mazelas causadas pela pandemia, como o desemprego, a diminuição ou interrupção da renda, o confinamento, as notícias trágicas e etc, ela diz que "isso traz um desconforto emocional muito grande que o aparelho psíquico precisa estar muito bem organizado para poder suportar".

Ouça a entrevista na íntegra clicando no player acima.

Criado em 30/07/2021 - 16:14

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa