Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Entenda como o cérebro reage às promoções da Black Friday

Ouça algumas dicas para entender a neurociência por trás das vendas

Tarde Nacional

No AR em 24/11/2021 - 16:30

Nesta última sexta-feira (26) de novembro ocorre a Black Friday, uma data comercial que começou nos Estados Unidos, mas que já faz parte do calendário brasileiro. Esse dia é muito esperado tanto por parte dos consumidores quanto por parte das empresas, que costumam lucrar muito na ocasião.

No entanto, porque será que os consumidores gastam mais, é somente por conta dos preços baixos? Ou muitos são induzidos a gastar mais do que podem para aproveitar promoções e estoques limitados?

Para falar sobre esse assunto, o Tarde Nacional conversou com a professora da Escola Superior de Gestão, Comunicação e Negócios do Centro Universitário Internacional (Uninter) Shirlei Miranda Camargo.

A Neurociência sabe que cerca de 85% dos processos de decisão são subconscientes. Logo, isso pode ser um perigo em época de promoção, como a Black Friday. A professora explica que o nosso cérebro não gosta de perder. Dessa forma, as lojas, aproveitando-se disso, usam expressões como "últimas unidades" e "até acabar o estoque", justamente para que o consumidor vá pelo impulso. 

Shirlei ainda dá algumas dicas de como fazer um planejamento para as compras, pensando em até quanto o consumidor pode gastar. Além disso, vale a pena fazer uma pesquisa com histórico de preços para atestar se a promoção é realmente válida ou não. 

A professora ainda fala sobre os consumidores compulsivos. "Algumas pessoas simplesmente não conseguem resistir ao impulso, elas sabem que não podem comprar, elas sabem que já tem muita coisas em casa, mas elas simplesmente compram, são comportamentos patológicos. Essas pessoas devem procurar ajuda profissional, porque podem estar gastando para suprir alguma dor emocional".

Ouça a entrevista na íntegra no player acima.

Criado em 24/11/2021 - 17:24

Mais do programa