Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Forró pode virar patrimônio cultural do Brasil

Dança de raiz nordestina vem sendo pesquisada desde 2011 para ser considerada patrimônio

Tarde Nacional

No AR em 22/11/2021 - 14:30

Enraizado no Nordeste e consagrado por nomes como Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro e Dominguinhos, o forró vem sendo pesquisado para se tornar um Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro. O processo teve início em 2011, com o pedido de registro junto ao IPHAN feito pela Associação Cultural Balaio Nordeste. Atualmente, as entidades envolvidas realizam seminários e fóruns para debater o assunto e, ao que tudo indica, até 2022 a demanda deve ser concluída.

Tassos Lycurgo, diretor do Departamento de Patrimônio Imaterial do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), conversou no programa Tarde Nacional sobre como o forró também pode virar também patrimônio cultural do Brasil, como o repente e o cordel.

Ele explica que a sociedade deve se mobilizar para proteger o ‘’bem cultural’’, justamente para que a história não morra. Quando um bem é entitulado como patrimônio imaterial, o Estado também passa a ter o dever de resguardar este bem, por ser a identidade de um povo.

Ouça a entrevista completa no player acima.

Criado em 22/11/2021 - 16:23 e atualizado em 23/11/2021 - 08:03

Mais do programa