Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Aditivo extraído da fruta tucumã aumenta vida útil do biodiesel

Utilização de aditivo pode aumentar em até 300% a vida útil do combustível

Brasil Rural

No AR em 10/07/2018 - 09:13

Falou ao Brasil Rural nesta terça-feira (10), o professor do Instituto Federal de Roraima (IFRR), Guilherme Turcatel, sobre seu trabalho como coordenador do projeto de estudo de aditivos do biodiesel, especificamente sobre o uso da fruta tucumã.

Segundo o professor, esse tipo de palmeira tem o extrativismo feito pela população local, principalmente na região sul de Roraima e no Amazonas. Ainda não há cultura destas parreiras, mas existem naturalmente em grande quantidade, permitindo a colheita e o aproveitamento da edição no biocombustível.

“Uma das especificações da Agência Nacional do Petróleo é manter a qualidade do biocombustível, como a quantidade adicionada desse extrato é muito baixa ela não vai alterar na parte da queima e vai aumentar a durabilidade do biocombustível”, esclarece o professor.


Ele explica, ainda, que a pesquisa com o tucumã já foi finalizada e agora resta terminar algumas análises para elaborar a publicação científica. Existe também estudos ainda em fase inicial com mais três palmeiras. O professor calcula que a utilização do aditivo do tucumã no biocombustível possa gerar uma economia entre 20% e 40% às empresas do ramo.
 

Ouça a entrevista no player abaixo:

 O Brasil Rural vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 5h, pelas rádios Nacional AM Brasília e Nacional AM Rio; sábado, às 5h, pela Rádio Nacional do Alto Solimões e, às 7h, pelas rádios Nacional AM Brasília e Nacional da Amazônia.

Mais do programa