Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Disfunção erétil atinge quase metade dos homens brasileiros

Sociedade Brasileira de Urologista faz campanha nacional "De Volta ao

O Cotidiano conversou com o médico urologista Mário Henrique Elias de Matos sobre a disfunção erétil. A Sociedade Brasiliera de Urologia (SBU)  tem a campanha nacional contra a disfunção erétil " De volta ao controle". Segundo Mário Henrique, foi feita uma pesquisa pela Sociedade Brasileira de Urologia, em que foram entrevistados homens de todos os estados do Brasil, com idade a partir de 40 anos. O resultado da pesquisa aponta que quase metade deles já apresentou, em algum momento, um grau de disfunção erétil. Ele explica o que é a disfunção sexual erétil. "É a incapacidade ou impossibilidade de se obter uma ereção adequada para uma boa prática sexual", esclarece.

 

O médico urologista também explica que, eventualmente, por motivos vários, o homem pode ter algum tipo de disfunção, e aquele que falha esporadicamente não preenche critérios para ter o rótulo de portador de disfunção erétil ou impotência, ou seja, aquele que tem dificuldade em obter ou em manter a ereção, na maior parte das tentativas não pode ser entendido como patológico, porque existem os fatores psicológicos, emocionais que podem interferir negativamente e por isto, as falhas ocasionais não contemplam a definição.

 

O médico urologista fala dos graus dessa disfunção, como a leve que pode ser resolvida com a psicoterapia, com mudança nos hábitos de vida e até com medicações orais, até o extremo que é a severa que só pode ser resolvida com aplicação de medicação diretamente dentro do pênis ou, em casos extremos, com colocação da prótese peniana. 

 

Saiba mais sobre as causas da disfunção erétil, tratamento e colocação de prótese peniana nesta entrevista ao Cotidiano na Rádio Nacional de Brasília.

 



Sociedade Brasileira de Urologia lança campanha sobre disfunção erétil

Criado em 21/07/2015 - 20:36 e atualizado em 21/07/2015 - 18:28

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique