Exames para a dengue e chikungunya já são cobertos pelos planos de saúde

Os exames para diagnóstico da dengue e da chikungunya não eram cobertos pela maioria dos convênios de saúde
Aedes Aegypti, mosquito da dengue e da febre chikungunya
Aedes Aegypti, mosquito da dengue e da febre chikungunya Fábio Rodrigues Pozzebom/ABr

 Exames para a dengue e chikungunya já são cobertos pelos planos de saúde. Para esclarecer detalhes do assunto, o Cotidiano entrevistou a patologista clínica e pediatra, Natasha Slhessarenko. 
 
Ela explica que a partir do dia 2 de janeiro de 2016 todos os planos de saúde devem cumprir os exames para dengue e chikungunya. A patologista conta que para dengue existe a pesquisa do NS1 que é quando vai pesquisar o próprio vírus: " no primeiro dia da doença, no primeiro dia que aparece os sintomas a gente já pode ir no laboratório e fazer esse exame", explica.  
 
Ela esclarece que para fazer esses exames é necessário ter o pedido médico, e ressalta que cada convênio tem suas especificações, e alguns exigem médicos credenciados ou não. 
 
A patologista esclarece que a dengue, chikungunya e zika são muitos parecidas  do ponto de vista clinico, mas os vírus são diferentes. 
 
Natasha Slhessarenko aproveitou a entrevista para chamar atenção da população sobre o combate ao mosquito Aeds aegyptis, causador da dengue e da chikungunya.
 
Saiba mais sobre estas epidemias que estão assustando o país inteiro, nesta entrevista ao Cotidiano, com Luiza Inez Vilela, na Rádio Nacional de Brasília.
 
 
 

Produtor
joana Darc Lima
Cotidiano
em
07/01/2016 - 17:26
atualizado em
07/01/2016 - 17:25