Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

MPF recomenda melhorias no atendimento a venezuelanos em Roraima

Após inspeção, órgão verificou problemas, principalmente, na área de saúde

Ao todo, foram quatro recomendações emitidas pelo MPF aos governos federal, estadual e municipal. Os documentos, assinados pela procuradora da república Manoela Lopes tratam de questões como o acolhimento e atendimento de saúde nos abrigos.

Em maio, representantes do Ministério Público Federal de Roraima visitaram os abrigos do estado.

De acordo com o relatório, a inspeção oficial constatou péssimas condições sanitárias no abrigo Janokoida, em Pacaraima, inclusive com diversos casos de indígenas doentes, sem nenhuma atenção médica especializada.

A equipe também foi informada das dificuldades para a remoção de enfermos, em virtude da existência de uma única ambulância para atender o município.

Entre as recomendações, o MPF pede que uma equipe de saúde com aparato suficiente de atenção básica faça atendimento duas vezes por semana e por tempo indeterminado. Solicitou ainda que os coordenadores dos Distritos Sanitários Especiais Indígenas do Leste de Roraima e Yanomami disponibilizem agentes dos respectivos Dseis para ministrarem treinamento e compartilharem conhecimentos acerca das especificidades do atendimento de saúde a indígenas.

O Ministério Público reconhece a contribuição da Força-Tarefa Humanitária do Exército como a melhoria estrutural e o atendimento de demandas emergenciais, mas ressalta a necessidade de fortalecer estruturas de diálogos entre os gestores dos abrigos e os indígenas abrigados.

 

Também são destaques do Repórter Amazônia desta quarta-feira (6):

-Governo lança Plano Nacional para comunidades extrativistas e ribeirinhas

-E o Plano Safra terá mais de 194 bilhões de reais e redução de juros

-Campanha no Maranhão quer combater a violência contra idosos

-MPF do Pará recomenda medidas para evitar produção de carteiras falsas de estudantes

-MEC anuncias mudanças no FIES
 

 

 

Mais do programa