Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Roraima decreta situação de emergência social por causa da intensa imigração de venezuelanos

Desde 2015, os estrangeiros buscam no estado melhores condições de vida por causa da crise no país vizinho

Repórter Nacional - Amazônia

No AR em 07/12/2017 - 12:40

Em 4 de dezembro, o governo de Roraima publicou no Diário Oficial do Estado um decreto de situação de emergência social, ocasionado pelo fluxo imigratório venezuelano.

A validade do documento é de 180 dias, que pode ser prorrogado mediante a situação, já que o Estado lida com a demanda da imigração desde o final de 2015. O alerta foi ocasionado pela baixa capacidade de setores, como as Secretarias de Saúde, Trabalho, Bem-Estar Social, Justiça e Cidadania serem afetados pela demanda de apoio humanitário maior do que a capacidade dos órgãos públicos em supri-las.

Os venezuelanos chegam através da fronteira, fugindo da crise enfrentada no “país vizinho” e em busca de condições mínimas de subsistência.

Porém, em dois anos, o estado abriu três abrigos, que são mantidos em parcerias com ONGs, igrejas e a Organização das Nações Unidas, e todos encontram-se atualmente acima da capacidade de lotação, o que demonstra que apesar dos esforços, o efetivo auxiliar é mínimo.

Clique no player abaixo e ouça o Repórter Nacional - Amazônia.

Confira também outros destaques:

- Justiça mantém suspensão de licença de instalação da mineradora canadense Belo Sun.

- Ministério Público do Estado do Pará oferece hoje uma ação social para emissão de certidão de nascimento.

Mais do programa