Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Reajuste para servidores públicos do GDF só em 2019

É o que prevê o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias, uma prévia do orçamento do ano que vem

O reajuste aprovado em 2013, aos servidores do Distrito Federal, vai ter a terceira parcela paga somente no fim de 2019. É o que diz o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias que o governo do DF protocolou, nesta terça-feira (16), na Câmara Legislativa local.

O pagamento do reajuste dos servidores vai ser pago somente se a previsão da verba se realizar. Para isso, estão previstos R$ 220 milhões.

O documento elaborado pela Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão do DF, detalha as metas e prioridades do governo, para 2019, em relação às despesas e receitas. Para 2019, o GDF vai ter quase R$ 40 bilhões, incluindo repasses da união para saúde, educação e segurança.

Para o pagamento de funcionários de todo o governo, estão previstos R$ 15 bilhões, do tesouro do DF, além do repasse federal, previsto em R$ 14 bilhões.

Em relação aos custeios, como merenda escolar, passe livre estudantil e manutenção de escolas e hospitais, são estimados quase R$ 8 bilhões para 2019. E para os investimentos, é esperado pouco mais de R$ 1 bilhão, para a conclusão de projetos em andamento, como ampliação do metrô, construção de creches e o hospital oncológico.

O projeto do executivo foi enviado nesta terça-feira (16), data limite para a entrega na Câmara Legislativa do DF. A análise, no legislativo, deve ser feita até 30 de junho.

Ouça também no Repórter Nacional - Brasília:

- Famílias que deixaram apartamentos em prédio que pegou fogo se preparam para voltar para casa

 

Mais do programa