Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Será realizada primeira reunião da CPI do Feminicídio em Brasília

Segundo especialistas, a educação é a melhor forma de prevenção

Repórter Nacional - Brasília

No AR em 07/11/2019 - 07:30

De janeiro a outubro deste ano, 27 mulheres foram vítimas de feminicídio na capital do país. Em 2018, foram 25 mortes no mesmo período. Para ajudar a reduzir esses índices, a Câmara Legislativa do Distrito Federal instalou a CPI - Comissão Parlamentar de Inquérito do feminicídio. Seu obejtivo é analisar se os serviços existentes são eficientes no combate a esse tipo de crime e propor alternativas. A primeira reunião do colegiado será nessa quinta-feira, às 14h.

A presidente da comissão, a deputada distrital Telma Rufino do Pros, detalha as metas do grupo.

No final dos trabalhos, os parlamentares devem propor leis que ajudem a garantir as mulheres o direito à vida.

A professora da Universidade de Brasília a socióloga Lourdes Maria Bandeira avalia que as políticas públicas de combate ao feminicídio devem ser frequentes.

A socióloga Lourdes Maria ainda sugere como alternativa do combate ao feminicídio que as escolas falem sobre a violência doméstica de forma periódica. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, até setembro deste ano, 84% dos casos de feminicídios ocorreram dentro de casa. As denúncias de violência podem ser feitas para a Polícia Militar no 190 ou pelo 180.

Outros destaques do Repórter Nacional - Brasília (7h30) desta quinta-feira (7):

Criado em 07/11/2019 - 09:23

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa