Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Moro vai à CCJ do Senado falar sobre conversas com procuradores da Lava Jato

Após a publicação das conversas de Moro, parlamentares da oposição ameaçaram obstruir votações, entre elas a da reforma da Previdência

Repórter Nacional

No AR em 12/06/2019 - 07:30

Na abertura da sessão conjunta que aprovou o texto do projeto que liberou R$ 248,9 bilhões em créditos suplementares, o presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre, do Democratas do Amapá, leu uma carta do líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho, do MDB da Paraíba. No documento, o ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro se coloca à disposição da Comissão de Constituição e Justiça.

Alcolumbre confirmou para quarta-feira que vem (19) a data da audiência na CCJ do Senado.

O movimento de Sergio Moro tenta acalmar os ânimos e manter a pauta de votações no Congresso Nacional. Após a publicação das conversas de Moro com procuradores da República da operação Lava Jato, parlamentares da oposição ameaçaram obstruir votações, entre elas a da reforma da Previdência, considerada prioridade máxima para o governo.

Ouça o Repórter Nacional (7h30) desta quarta-feira (12):

 

Outros destaques desta edição:

- Presidente Jair Bolsonaro recebe homenagem da Fiesp e diz que papel do governo é não atrapalhar empresários 

- Congresso aprova crédito suplementar de R$ 248 bilhões pedido pelo governo federal

- Governadores prometem apoiar reforma da previdência se o Planalto concordar com mudança em itens como aposentadoria rural e BPC         

 

Criado em 12/06/2019 - 08:40

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa