Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Crise hídrica em São Paulo vai durar mais 3 anos, avalia especialista

Emissoras de Rádios EBC se juntam para debater a crise hídrica

As emissoras de Rádios EBC se juntaram nesta terça-feira (3) para debater a crise hídrica brasileira.

 

Para um dos convidados, o professor do Departamento de Engenharia Civil e Ambiental da Universidade de Brasília, especialista em Recursos Hídricos e Saneamento, Ricardo Bernardes, o desabastecimento de água não é uma surpresa, porque há uma expectativa de séries históricas e essa já era prevista. Para ele, como a demanda é muito importante para toda a população, desde o uso pessoal até o de uma hospital, tem que haver uma boa gestão e isto é o que não se tem observado.

 

Para o professor, o susto da região de São Paulo alertou a população de outras cidades a começarem a tomar cuidado, e isso serviu para que as pessoas conhecessem o problema que até então era como se não existisse. O professor diz que o consumidor que usa água para uso doméstico não é o vilão, mas o problema está na capitação da água pela indústria, porque esta não tem limite e usa sem medida.

 

O especialista analisa que a curto prazo, as grandes cidades vão passar por uma crise severa, porque houve um descuido generalizado. E ainda alertou que os reservatórios demoram até 5 anos para encher com chuvas regulares. E atualmente pode-se considerar que vários reservatórios estão abaixo do zero, como é o caso do Cantareira, que está em 5% do volume morto. Para ser considerado zero, ele precisaria estar em 13%. Para voltar a ter um volume razoável deve demorar de dois a três anos.

 

Acompanhe esta entrevista sobre a crise hídrica brasileira à rede de rádios EBC: Rádio Nacional de Brasília, Rádio Nacional do Rio de Janeiro e Nacional da Amazônia, com apresentação das jornalistas Fátima Santos, Luciana do Vale e Juliana Maya.



Criado em 03/02/2015 - 20:17 e atualizado em 03/02/2015 - 19:02

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique