Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Repelentes: saiba como usar corretamente em bebês, crianças e gestantes

A principal recomendação é evitar a proliferação do Aedes aegypti e se

Diante da ameaça do Zica vírus, dengue e febre Chikungunya, a principal recomendação é evitar a proliferação do Aedes aegypti e se proteger contra a picada do mosquito. Em entrevista ao programa Cotidiano, a dermatologista Ana Regina Trávolo explica a forma correta de usar repelente.

 

A médica dermatologista alerta que o bebêzinho de zero a seis meses não deve usar repelentes. As crianças a partir de seis meses de idade até dois anos devem usar o repelente feitos a base da substância IR3535. A partir dos dois anos de idade já se pode utilizar repelentes à base de substâncias como o DEET e a Icaridina.

 

De acordo com a dermatologista, as crianças até dois anos de idade devem passar o repelente uma vez ao dia e esta substância IR3535 vai durar em média quatro horas. Então a criança não vai ficar protegida do mosquito o tempo todo. Por isto, é necdessário usar outras medidas para esta prevenção, como roupas claras, ambiente mais ventilados e arejados, usar calça comprida e manguinha comprida, telas nas janelas e o mosquiteiro.

 

A partir dos dois anos, a aplicação pode ser duas vezes ao dia e a partir dos sete anos de idade, incluindo as gestantes e os adultos, a indicação é de 3 vezes ao dia.

 

Confira as informações sobre uso de repelentes na íntegra, nesta entrevista ao Cotidiano, com Luiza Inez Vilela, na Rádio Nacional de Brasília.



Dermatologista recomenda o uso de repelentes para evitar doenças

Repelentes podem ser aliados no combate ao Aedes Aegipty; saiba como

Criado em 10/02/2016 - 18:56 e atualizado em 11/02/2016 - 12:24

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique