Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Confira o especial “30 anos sem Luiz Gonzaga”, no Música e Músicos do Brasil

No programa, confira também a participação do sanfoneiro Marcelo Caldi e obras de João Guilherme Ripper, o artista de destaque do mês

Música e Músicos do Brasil

No AR em 04/08/2019 - 19:00

Nesta sexta-feira (2) fez 30 anos que Luiz Gonzaga morreu, aos 76 anos. Sua música, entretanto, ainda permanece forte. O Música e Músicos do Brasil deste domingo (04) faz um especial em homenagem a este grande artista da música brasileira.

Ouça no player acima.

O Rei do Baião nasceu em Exu (Pernambuco), em 13 de dezembro de 1912. Gonzaga foi o responsável por levar para o país e para o mundo a riquíssima cultura musical nordestina, além de denunciar, através de sua música, as situações precárias em que se viviam no sertão nordestino. É o caso da famosa canção "Asa Branca", música mais emblemática de sua carreira. Composta em 1947 em parceria com o advogado cearense Humberto Teixeira, a obra fala do sofrimento do sertanejo em função da seca nordestina.

E para falar sobre o mestre Luiz Gonzaga e o seu incrível legado musical, ninguém melhor do que um especialista no assunto. O sanfoneiro Marcelo Caldi, considerado um dos mais importantes de sua geração, gravou um depoimento sobre a importância de Luiz Gonzaga para a música. 

E ainda no programa, ouça obras do compositor João Guilherme Ripper, nosso artista de destaque do mês de agosto.

O Música e Músicos do Brasil vai ao ar neste domingo, às 19h, na Rádio MEC.

 

Criado em 02/08/2019 - 14:22 - Episódio Música e Músicos do Brasil 04-08-2019

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa