Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Especialista fala sobre o alto índice de suicídios entre jovens indígenas

Segundo ela, nem todos os casos chegam a entrar nas estatísticas pois há de se considerar os rituais coletivos

Nacional Jovem

No AR em 05/02/2020 - 16:00

O Nacional Jovem desta quarta-feira (5) falou sobre o drama de jovens indígenas que se suicidam no Amazonas. Segundo o Conselho Indigenista Missionário (Cimi), foram registrados 36 casos de suicídios em 2018 no Amazonas. A maior parte das vítimas tem entre 10 a 29 anos, e é do sexo masculino. O número é o segundo maior do Brasil e a estatística crescente tem preocupado especialistas. Sobre esse problema, Ediléia Martins conversou com a médica psiquiatra especializada em Saúde da Família pela Universidade Federal do Amazonas e membro titular da Associação Brasileira de Psiquiatria e da Associação Brasileira de Estudos e Prevenção de Suicidologia, Alessandra Pereira.

Segundo a médica, "o suicídio é uma questão de saúde pública desde que a OMS colocou isso para o mundo inteiro. E no Brasil não foi diferente. Desde que a Campanha Setembro Amarelo começou todo o país se mobiliza, se torna um movimento mais forte. Mas nós precisamos falar sobre isso o ano inteiro, desenvolver políticas públicas de saúde e melhorar a qualidade da assistência e saúde mental para ter impacto sobre essa questão", opina ela.

Para a especialista, nem todos os casos chegam a entrar nas estatísticas como suicídio. "Nos finais de semana são feitos verdadeiros rituais e morrem várias pessoas. E existe intencionalidade nesses óbitos. Um fator fundamental que temos visto hoje é o alto índice de uso e abuso de álcool e drogas. São conflitos interpessoais de perda da identidade cultural, transtornos mentais sem tratamento", esclarece ela.

Na entrevista, Alessandra explica o sentimento de "viver entre dois mundos" e acrescenta que as crianças indígenas tem o índice 18x maior. 

Quer saber mais? Acompanhe a entrevista completa no player:

O programa Nacional Jovem vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 16h, na Rádio Nacional da Amazônia, e às 15h, na Rádio Nacional do Alto Solimões

Criado em 05/02/2020 - 16:32 e atualizado em 05/02/2020 - 16:27

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa