Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Governo estuda multar quem mantiver criadouros do Aedes

Medida está em análise como uma das alternativas para conter o avanço

O governo estuda criar uma multa a nível federal para quem impedir a entrada de agentes de saúde nas casas ou reincidir na manutenção de criadouros do mosquito Aedes aegypti. A medida é mais uma tentativa de combater o vetor que transmite a dengue, a chikungunya e o zika vírus.

 

Segundo o ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, a presidenta Dilma Rousseff encomendou um estudo para avaliar a possibilidade da punição, que já é aplicada em algumas cidades, como Aracaju.

 

No Dia de Mobilização para o Combate ao mosquito, que aconteceu no último sábado (13), militares das Forças Armadas visitaram mais de 2,8 milhões de casas em quase 430 cidades. Do total de residências, 295 mil estavam fechadas e em 15 mil a entrada dos militares não foi permitida.

 

Mas o ministro da Saúde, Marcelo Castro, alerta que a mobilização continua. Até quinta-feira (18), militares das Forças Armadas vão participar de uma ação direta de eliminação de criadouros do inseto.

 

E a partir de sexta-feira (19), militares vão visitar escolas públicas e privadas, além de universidades, para combater focos do mosquito Aedes aegypti e levar informação aos estudantes. A ação é uma parceria entre os Ministérios da Defesa e da Educação.

 

Confira ainda, no Repórter Amazônia desta segunda-feira, 15: operação fecha garimpo e prende quatro pessoas no Mato Grosso; redistribuição de eleitores em Rio Branco,  no Acre, tem baixa procura. E mais: mostra de cinema aborda o universo indígena em Roraima.

 

O Repórter Amazônia é uma produção da Rede de Rádios Públicas da Amazônia e vai ao ar, de segunda a sexta-feira, às 18h30 pela Rádio Nacional da Amazônia.



Militares visitam 2,8 milhões de casas em mobilização contra o Aedes Aegypti

Saiba como é o trabalho dos agentes de endemias no combate ao Aedes

Criado em 16/02/2016 - 09:15 e atualizado em 16/02/2016 - 08:02

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique