Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

MPF divulga balanço de operação integrada para combater garimpo ilegal na Amazônia

Intitulada Operação Korubo, a ação envolveu policiais federais, fiscais do Ibama e servidores da Funai

Repórter Nacional - Amazônia

No AR em 16/09/2019 - 07:30

Uma operação realizada na última semana desarticulou um esquema de garimpo ilegal na Amazônia. Foram destruídas mais de 50 balsas que operavam nos rios Jutaí, Curuena e Mutum. Nenhum garimpeiro foi preso.

Intitulada Operação Korubo, a ação envolveu policiais federais, fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e servidores da Fundação Nacional do Índio (Funai). O nome Korubo faz referência a um dos povos indígenas isolados que habitam a região.

As investigações começaram em abril deste ano depois que o Ministério Público Federal recebeu uma série de denúncias. Valdir Monteiro, procurador da República em Tabatinga, explica que o nível baixo dos rios não permitiu a apreensão das balsas e dragas utilizadas para a extração ilegal de minério

A Polícia Federal vai continuar com as apurações para tentar descobrir os responsáveis pelo garimpo ilegal na região do Jutaí. No mês passado, o Ministério Público Federal propôs a criação uma base de fiscalização permanente na área, além de ações para ampliar o mercado de trabalho e resolver as questões sociais que favorecem o garimpo ilegal no Amazonas.

Outros destaques do Repórter Nacional - Brasília (7h30) desta segunda-feira (16):

Criado em 16/09/2019 - 09:04

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa