Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Anvisa confirma banimento do agrotóxico Paraquate no Brasil

O Paraquate é aplicado nas plantações de soja, algodão, arroz, cana-de-açucar, batata, milho, entre outras

Repórter Nacional

No AR em 15/09/2020 - 18:00

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa, confirmou o banimento do agrotóxico Paraquate no Brasil a partir do próximo dia 22 de setembro.

A decisão foi tomada nesta terça-feira, por maioria dos diretores do órgão. Com isso, o produto não poderá ser produzido ou usado no país, além da proibição da importação da substância.

Evidências mostram que a utilização do Paraquate poderia causa mal de parkinson e mutações genéticas, principalmente nos empregados que trabalham na aplicação da substância.

Mas parlamentares, fabricantes e agricultores solicitavam a prorrogação do banimento por mais 1 ano para que novas pesquisas realizadas fossem concluídas.

A decisão pela proibição deste agrotóxico havia sido tomada em 2017, quando se definiu o prazo de proibição para setembro de 2020. Mas já era proibido a utilização do Paraquate em algumas culturas de frutas e hortaliças, como abacaxi, couve, beterraba, uva e pêssego.

Na próxima semana, a Anvisa deve definir regras para o uso do estoque do Paraquate comprado pelos agricultores para a próxima safra.

Ouça também:

- Presidente Jair Bolsonaro descarta criação do programa Renda Brasil e diz que vai manter o Bolsa Família

- Ministro Paulo Guedes reafirma que governo não vai congelar aposentadorias, e defende que decisão sobre despesas públicas é política

- BNDES e Ministério de Minas e Energia assinam cooperação em Programa Mais Luz para a Amazônia

- Prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, sofre novo pedido de impeachment

 

Criado em 15/09/2020 - 18:43

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa