Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Decisão do STF ameaça Política Nacional de Resíduos Sólidos

Supremo julgou inconstitucional o dispositivo do novo Código Florestal, que trata a gestão de resíduos como um serviço de “utilidade pública” e “interesse social”

Revista Brasil

No AR em 25/04/2018 - 09:30

O Revista Brasil desta quarta-feira (25) conversou com o especialista em sustentabilidade e coordenador de diversos estudos sobre resíduos sólidos, Carlos Rossin, sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

O Supremo Tribunal Federal julgou inconstitucional o dispositivo do novo Código Florestal que trata de gestão de resíduos como um serviço de “utilidade pública” e “interesse social”. Essa decisão pode inviabilizar a implantação de novos aterros sanitários no país, o que proporcionaria o surgimento de novos lixões a céu aberto.

Ouça a entrevista no player abaixo:

 

Carlos afirmou que a gestão de resíduos sólidos é um serviço que faz parte do saneamento básico. As finalidades seriam proteger o meio ambiente e zelar pela saúde pública.

Com esse dispositivo, segundo o especialista, os aterros ficam restritos a algumas áreas. Para serem criados, são necessários grandes espaços para viabilizar a estrutura e uma boa logística.

Ele explicou que os lixões representam a ausência de gestão dos resíduos sólidos.

Hoje o Brasil tem cerca de 600 aterros sanitários adequados em operação, de acordo com Carlos. Ele acrescentou que seriam necessários em torno de 400 para solucionar o problema nacional.

O Revista Brasil vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 6h na Rádio Nacional do Alto Solimões, e às 8h nas rádios Nacional da AmazôniaNacional de Brasília e Nacional do Rio de Janeiro.

 

Criado em 25/04/2018 - 11:47

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa