Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

"Não podemos mais permitir segregação", diz secretária da Igualdade Racial

Para Sandra Terena, combater o racismo é uma questão de mudança de mentalidade

Revista Brasil

No AR em 20/11/2019 - 10:27

No Dia da Consciência Negra, a secretária Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), Sandra Terena, avalia que o Brasil está em um novo tempo e que é preciso criar uma consciência coletiva e sensibilizar a população e os gestores públicos. 

Em entrevista exclusiva ao programa Revista Brasil, nesta quarta-feira (20), Sandra destacou as ações da secretaria voltadas para as comunidades invizibilizadas: "Estamos trabalhando para que as políticas públicas realmente alcancem os menos favorecidos, para que eles possam ter uma vida mais igualitária, mais justa." Segundo ela, deve ser anunciado, nos próximos dias, um grande projeto "para evitar e combater essa prática abominável que é o racismo".

Ouça a entrevista completa:

 

A secretária defendeu o fortalecimento das delegacias especializadas em crimes de racismo para que os agressores vejam que não ficarão impunes. "Se faz necessário que a sociedade tenha a compreensão que nós não somos mais um país que aceita a impunidade. Tendo exemplos concretos de que ações estão sendo tomadas, isso é fundamental para diminuir os índices de racismo."

Sandra defendeu, ainda, o acesso ao estudo e ao conhecimento "para que tanto o negro, o indígena, o cigano, possam, sim, falar por eles próprios. Porque não é justo e não é correto que algumas pessoas se apropriem de algo que não é delas e tentem falar como se fossem porta-voz delas. A gente só vai vencer isso por meio do acesso à educação e ao conhecimento."

Assista um breve depoimento de Sandra Terena:

Criado em 20/11/2019 - 14:35

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa