Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Especialista diz que falta de informação sobre comunidades no Rio dificulta políticas públicas

A falta de conhecimento do número de famílias que moram nas favelas, na capital carioca, dificulta a implantação de ações para o controle do contágio pelo novo coronavírus

Revista Brasil

No AR em 29/06/2020 - 12:15

A registradora pública, Sônia Andrade, falou ao Revista Brasil sobre a preocupação das autoridades em relação à falta de políticas públicas de saúde e prevenção, nas favelas do Rio de Janeiro.

De acordo com Sônia, a informalidade e a falta de cadastro das pessoas que moram em favelas, dificultam a identificação da quantidade de famílias que vivem nessas comunidades, as necessidades e o planejamento para as ações.

“ Eu, enquanto registradora pública, tenho um projeto, desde 2006, denominado 'A Casa é Nossa', exatamente, para se criar um cadastro. Minha pergunta para o governo, em geral, é como fazer política pública, se você não tem noção de quantas moradias existem dentro de uma comunidade?", questiona Sônia Andrade.

Ouça a entrevista no player abaixo

Criado em 29/06/2020 - 12:25

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa