Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Aumento de casos de estresse entre crianças preocupa especialistas

Segundo psiquiatra do Hospital São Camilo, de São Paulo, entre os sintomas que mais chegam ao pronto-socorro estão dores abdominais e de cabeça, além de crises de ansiedade

Revista Brasil

No AR em 21/10/2020 - 10:33

Com o prolongamento do isolamento social, especialistas alertam para o agravamento de um problema que tem impactado a saúde física e mental das crianças: o estresse. Como é possível aos pais identificar que determinado nível de estresse demanda um olhar mais especializado? Segundo a psiquiatra do Hospital São Camilo, Aline Sabino, a procura por atendimentos nos prontos-socorros infantis, na rede de hospitais paulista, tem aumentado. São pacientes que chegam com dores no peito, abdominais, cefaléia (dor de cabeça) e crises de ansiedade, sintomas relacionados às manifestações do chamado estresse tóxico.

Na opinião da médica, "o estresse que estamos vivenciando atingiu a todos. Aos pais e as crianças. E isso é um agravante, porque se fosse só uma parte, talvez nós não tivessemos com tantas crianças aparecendo no consultório com esses sintomas físicos. Mas o momento de procurar ajuda é quando você percebe que a criança está tendo prejuízo, por conta daqueles sinais". Ela complementa ainda que sintomais isolados não são razão para já procurar o especialista, que deve ser acionado quando o problema persistir. "Quando você percebe um impacto nas notas, no padrão alimentar, no peso, pode ser mais preocupante", esclarece ela.

Com a volta às aulas, Aline acredita que ainda possa haver uma onda de crises de ansiedade, porque muitas crianças estão na fase de desenvolvimento da socialização. E, por causa da pandemia, elas foram privadas disso por, pelo menos, seis meses. Na opinião de Aline, os professores precisam atuar como filtros emocionais dessas crianças, ajudando no retorno às aulas e no contato com os colegas. 

A psiquiatra fala ainda sobre os sinais de estresse mais presentes em cada faixa etária, além de sintomas extremos como a automutilação.

Acompanhe a entrevista completa, no player acima. 

Revista Brasil vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 10h, pelas rádios Nacional AM Brasília e Nacional AM Rio.

Criado em 21/10/2020 - 14:31 e atualizado em 21/10/2020 - 14:29

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa