Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Hoje é o Dia Nacional de Doação de Órgãos e Tecidos

O "Tarde Nacional" fala sobre a importância de deixar claro para a família a intenção da doação pós-morte

Tarde Nacional - Amazônia

No AR em 27/09/2021 - 13:42

No Dia Nacional de Doação de Órgãos e Tecidos, o Tarde Nacional - Amazônia falou sobre a importância de deixar clara para a família a intenção da doação pós-morte. O entrevistado foi o Vice-Presidente da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos, Gustavo Fernandes Ferreira. 

De acordo com o Dr. Gustavo, o Brasil é uma das referências mundiais quando se trata de doação de órgãos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). No entanto, o número de doadores ainda não é suficiente para suprir a necessidade de todos os receptores.

Segundo ele, atualmente o Brasil possui cerca de 50 mil pessoas à espera de um órgão para transplante e, com a pandemia da covid-19, o número de doações teve uma queda significativa. Como é a família quem autoriza a doação dos órgãos da pessoa falecida, Ferreira reforça que o assunto deve ser debatido em vida. Ele também comentou os mitos e notícias falsas que acabam desencorajando as doações, e ressaltou que um doador pode salvar várias vidas. 

"Quando as pessoas falecem pela morte encefálica, que é uma morte irreversível, nós temos as chances de doar os órgãos vitais", explicou o doutor.

Clique no player acima para ouvir a entrevista na íntegra.

Criado em 27/09/2021 - 14:55

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa