Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Representante da ONU e promotora do MP alertam para vulnerabilidade das meninas no país

Este sábado é Dia Mundial da População e entidades destacam aumento da violência contra mulheres

Viva Maria

No AR em 10/07/2020 - 22:07

Os direitos reprodutivos e outras orientações de saúde para as mulheres brasileiras em diferentes faixas etárias podem estar ameaçados, em função da falta de acesso à rede de saúde durante a pandemia. Quem faz o alerta é a cientista social e psicóloga Astrid Bant, representante do Fundo de População da ONU no Brasil. Neste sábado, Dia Mundial da População, a pesquisadora destaca que é necessário que a sociedade e organismos públicos estejam atentos às jovens de maior vulnerabilidade "Estamos vivendo um momento muito delicado. Chamamos a atenção para a necessidade de proteger meninas e mulheres de todas as formas de violência".  


Confira áudio abaixo de Astrid Bant  


A promotora Valéria Scarance, do Núcleo de Gênero do Ministério Público de São Paulo, também destaca os problemas que atingem mulheres e meninas desde que a pandemia de Covid-19. "Em momento de pandemia, há um risco ainda maior. Por isso, é importante divulgar os canais de atendimento e de denúncia". Ela contextualiza que as mulheres ficam mais vulneráveis e que ninguém deve se calar ao presenciar uma violência contra mulheres.

Ouça abaixo orientações da promotora


Criado em 10/07/2020 - 22:07

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa