Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Confira como foi a segunda noite de desfiles na Sapucaí

Unidos da Tijuca, Portela, União da Ilha, Salgueiro, Imperatriz Leopoldinense e Beija-Flor se apresentaram nesta segunda-feira (12)

Especial de Carnaval

No AR em 13/02/2018 - 09:17

Após os desfiles de Império Serrano, São Clemente, Vila Isabel, Paraíso do Tuiuti, MangueiraMocidade Independente de Padre Miguel, no domingo (11), ontem foi a vez das outras seis escolas do Grupo Especial ocuparem a Marquês de Sapucaí.

A equipe da Rádio Nacional acampanhou e transmitiu, ao vivo, a passagem de Unidos da Tijuca, Portela, União da Ilha, Salgueiro, Imperatriz Leopoldinense e Beija-Flor pelo Sambódromo. Os comentaristas Adelzon Alves, Rubem Confete, Ricardo Leitão e Sérgio Professor opinaram sobre o desempenho de cada uma delas. Confira:

Carnaval 2018 - Resumo desfiles segunda-feira (12), por Rádio Nacional do Rio de Janeiro

 

A primeira escola a desfilar na segunda noite de carnaval foi a Unidos da Tijuca. Com o enredo Um coração urbano: Miguel, o arcanjo das artes, saúda o povo e pede passagem, a agremiação homenageou Miguel Falabella

 

Segunda a ocupar o sambódromo, a Portela, campeã de 2017 ao lado da Mocidade, abordou a imigração. A escola contou a história de judeus que saíram da Europa durante o período da Inquisição e vieram para o Brasil. O enredo De repente de lá pra cá e 'dirrepente' daqui pra lá discutiu intolerância e solidariedade na avenida.


Terceira escola a desfilar na noite de segunda-feira, a União da Ilha apresentou o enredo Brasil, Bom de Boca. Curiosidades sobre a culinária brasileira e chefs de cozinha renomados fizeram parte do desfile.

 

Com o enredo Senhoras do ventre do mundo, a Acadêmicos do Salgueiro foi a quarta escola a se apresentar. A agremiação fez uma homenagem a mulheres empreendedoras, líderes, mães, escritoras e a referências femininas do samba, como baianas, passistas, porta-bandeira, rainhas de bateria, entre outras.


Imperatriz Leopoldinense entrou no Sambódromo falando de Uma noite real no Museu Nacional. A escola celebrou os 200 anos do museu, a mais antiga instituição científica do Brasil e um dos maiores museus de história natural e de antropologia das Américas. 

 

 A Beija-Flor fechou o Carnaval do Rio fazendo uma paródia atualizada da obra Frankenstein, de Mary Shelley. Com o enredo Monstro é Aquele Que Não Sabe Amar. Os Filhos Abandonados Da Pátria Que os Pariu, a escola abordou a desigualdade social, a falta de respeito e de amor. 

 

Os desfiles do grupo especial do carnaval do Rio de Janeiro acabaram, mas a Rádio Nacional continua acompanhando essa festa brasileira. Nesta terça-feira (13), às 19h, será transmitido o desfile das Escolas Mirins e no sábado (17), o Desfile das Campeãs.

Você pode acompanhar as transmissões ao vivo pelo player abaixo:

Confira aqui como foi a primeira noite dos desfiles de carnaval do Rio

Mais do programa