Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Atletas da Amazônia buscam vaga nos Jogos do Rio 2016

Nem mesmo a falta de patrocínio desanima a canoísta tocantinense,

Em agosto deste ano, atletas brasileiras se unem a outras competidoras do resto do mundo para disputar os Jogos Olímpicos Rio 2016. A canoísta tocantinense Edileia Matos e a jogadora de basquete maranhense Iziane Marques vivem a expectativa de participar das Olimpíadas no Brasil.

 

Edileia, que entrou em um barco de competição a primeira vez em 2010, fala das chances de conquistar uma vaga olímpica na canoagem. “É difícil porque as outras meninas já são nível mundial, mas eu estou preparada e a cada dia que entro na água as minhas chances de conseguir são bem maiores.”

 

A presença da ala-armadora maranhense é praticamente certa na seleção olímpica. Depois de ter perdido a chance nas duas últimas olimpíadas por problemas fora das quadras, Iziane se diz confiante para participar, em casa, da sua primeira olimpíada."O técnico disse que quer contar com sete jogadoras, das quais ele já nomeou e eu me incluo nelas, mas a lista oficial das jogadoras convocadas sairá logo após o termino da liga nacional, que será em maio."

 

Além de encarar a rotina pesada de treinos, elas também precisam lidar com a falta de patrocínio para o esporte feminino no país, afirma Iziane. “Infelizmente o patrocínio hoje é muito mais voltado ao masculino que o feminino. No basquete, é bem visível essa diferença, inclusive em nível de equipes, na liga nacional, que é o feminino, e do Novo Basquete Brasil (NBB) que é masculino.”

 

As duas atletas da amazônia estão sem patrocinador.

 

Nos Jogos Olímpicos, historicamente o número de representantes do sexo feminino é menor que o masculino. Em Londres, as mulheres representavam 44,2% dos atletas.

 


Apesar de estarem em menor número, as atletas do Brasil já trouxeram conquistas importantes para o país, como o ouro de Sara Menezes no judô, em Londres 2012. Ao todo, elas subiram cinco vezes no degrau mais alto do pódio.

 

ERRATA:  Na reportagem sobre atletas olímpicas que foi ao ar no Jornal da Amazônia 1ª Edição, desta quinta-feira (10), o sobrenome da atleta Iziane Marques foi citado erroneamente como Iziane Barbosa.

 

Também são destaques do Jornal da Amazônia 1ª Edição desta quinta-feira (10): Maranhão retoma projeto de irrigação para desenvolvimento da agricultura familiar; programa voltado à implantação de bibliotecas no meio rural já beneficiou mais de 300 mil famílias em 402 municípios da Amazônia Legal.

 

O Jornal da Amazônia 1ª Edição vai ao ar, de segunda a sexta-feira, às 7h45, na Rádio Nacional da Amazônia, uma emissora da Empresa Brasil de Comunicação.



Criado em 10/03/2016 - 17:24 e atualizado em 11/03/2016 - 10:56

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique