Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Novo decreto permite terceirização no setor público e ameaça concurso, diz especialista

Decreto também trata das empresas públicas e sociedades de economia mista

Ponto de Encontro

No AR em 15/10/2018 - 10:00

O Ponto de Encontro desta segunda-feira (15) conversou com o advogado Rodrigo Torelly. Ele fala do Decreto 9.507/2018, publicado no dia 21 de setembro no Diário Oficial da União, pelo Governo Federal, que regulamenta e permite a contratação de serviços terceirizados no setor público.

Ouça a entrevista no player abaixo:


Ele explicou que o decreto, ao disciplinar a matéria, trouxe conceitos vagos e imprecisos, que estão sujeitos a uma regulamentação posterior. Para Rodrigo, isso pode permitir que haja uma terceirização desmedida, o que violaria o artigo 37, inciso II da Constituição Brasileira, que estabelece o concurso público como regra para acesso a cargos e funções públicas.

 

“[O concurso público] É a ferramenta mais adequada e democrática para o preenchimento de cargos, empregos e funções públicas, afastando qualquer tipo de influência, apadrinhamento e perseguições, sempre assegurando a escolha do melhor candidato", afirmou.

 

O decreto também trata das empresas públicas e sociedades de economia mista, como lembrou o advogado.

 

Saiba mais

Decreto amplia possibilidades de terceirização no serviço público

 

O programa Ponto de Encontro vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 10h, na Rádio Nacional da Amazônia. Também vai ao ar aos sábados, às 7h, e aos domingos, às 8h, na Rádio Nacional do Alto Solimões.

 

Deseja fazer algum tipo de manifestação?

Favor copiar o link do conteúdo ao apresentar sua sugestão, elogio, denúncia, reclamação ou solicitação.

Criado em 15/10/2018 - 11:15 e atualizado em 15/10/2018 - 11:14

Mais do programa