Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Intervenção Federal no Rio entra em nova fase

Gabinete de Intervenção Federal garante que população vai perceber melhoria na segurança

Repórter Nacional

No AR em 16/05/2018 - 12:00

A Intervenção Federal no Rio de Janeiro, que completa três meses nesta quarta-feira (16), entra em nova fase e o Gabinete de Intervenção Federal garante que população vai perceber melhoria na segurança.

De acordo com o porta-voz do Gabinete, Coronel Roberto Itamar, mais de 1.300 policiais militares vão reforçar o policiamento nas ruas. Segundo ele, o reforço se dá graças à volta do pagamento pelo Estado do Regime Adicional de Serviço aos policiais militares, remuneração paga pelo trabalho na folga, além da reestruturação dos efetivos com o retorno de policiais cedidos a outros órgãos.

O coronel Roberto Itamar ressaltou que a nova fase da Intervenção Federal tem como foco a solução dos problemas diagnosticados na fase inicial. De acordo com ele, todo o trabalho foi realizado com esforço gerencial e o aporte do governo do Estado, das Forças Armadas e da iniciativa privada, já que os recursos disponibilizados pelo governo federal, de R$ 1,2 bilhão, só começam a ser utilizados agora. 

O porta-voz destacou ainda que a Intervenção é baseada em ações estruturantes, que objetivam fortalecer os órgãos de segurança pública, e ações emergenciais, que tentam reduzir os índices de criminalidade. 

Apesar dos frequentes tiroteios em comunidades, mortes de agentes e moradores, o coronel avaliou que há sucesso nos dois eixos, ressaltando a queda de 13% nos roubos de veículos na capital, em abril na comparação com março. 

Ele também adiantou que novas comunidades devem contar com ações das forças armadas a exemplo do que ocorreu na comunidade Vila Kennedy, na zona oeste da cidade. A Policia Militar reassumiu nessa terça-feira (15) o policiamento completo da comunidade.

Ouça também no Repórter Nacional:

- Confirmada a morte de mais uma criança com suspeita de raiva humana no Pará

- Atividade econômica registra queda no primeiro trimestre deste ano


 

Mais do programa