Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Como identificar e se libertar de relações abusivas?

Segundo psicóloga, esses relacionamentos envolvem dois seres humanos fragilizados e ambos disputando o poder

Revista Brasil

No AR em 22/10/2020 - 10:33

Você já ouviu falar de relações abusivas? Será que elas são somente relações amorosas? Para falar de co-dependência e dar dicas de como se libertar de relações abusivas, o Revista Brasil conversou com a psicóloga, conselheira em Desenvolvimento Humano e Estudos da Família no IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa), Márcia Resende. Segundo ela, se você tem este tipo de relação você aprendeu isso no seu núcleo familiar, e repete o mesmo padrão na vida profissional, com os amigos, na família.

Como identificar, então, essas relações abusivas? Na entrevista, Márcia explica que há duas emoções muito presentes: o medo de perder e o jogo de poder. "O jogo de poder vai ser sempre alguém se submetendo à outra parte, esse tipo de mecanismo, de você ter algo que sempre cede", esclarece. "Inclusive, um dos fatores que remontam à uma relação abusiva é a cobrança."

"Se a pessoa que está nos ouvindo sente que ela deu demais e recebeu de menos é uma relação abusiva. É uma relação de abuso porque ela tem cobrança, relações saudáveis são desprovidas de cobrança", complementa a conselheira.

Ainda de acordo com Márcia, todas as pessoas que entram numa relação de abuso vivem numa relação binária de superior-inferior. "E toda relação de abuso tem o sentimento, no íntimo dessas pessoas, de inferioridade, porque só quer se sentir superior quem se sente inferior", pondera. 

Acompanhe a entrevista completa no player acima. 

Revista Brasil vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 10h, pelas rádios Nacional AM Brasília e Nacional AM Rio.

Criado em 22/10/2020 - 20:28 e atualizado em 22/10/2020 - 20:04

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa