Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Instituto nacional da Mata Atlântica desenvolve pesquisa para conhecer e monitorar a biodiversidade

Diretor do Instituto conversa sobre desmatamento e ações de preservação

Tarde Nacional

No AR em 27/05/2021 - 15:30

Nesta quinta-feira (27), é comemorado o Dia Nacional da Mata Atlântica. Em celebração, o Instituto Nacional da Mata Atlântica (INMA), está promovendo um evento virtual, com bate-papo com os cientistas do instituto, transmitido através do YouTube. O INMA, vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), desenvolve pesquisa para conhecer e monitorar a biodiversidade.

O Tarde Nacional trouxe Sergio Lucena, diretor do Instituto para conversar sobre a data. Ele explica que a Mata Atlântica abrange toda a faixa litorânea do Brasil, e é presente em 17 estados brasileiros, que são cobertos pela Lei da Mata Atlântica. Desde o período de colonização, até os dias atuais, a Mata Atlântica sofre com o desmatamento. Segundo dados fornecidos por Sérgio, através do monitoramento anual do período de 2019 a 2020, ainda existem estados brasileiros que desmatam anualmente milhares de hectares.

Sergio também comenta sobre a regeneração natural da Mata e sobre o reflorestamento produzido por organizações:

“Essa ação de pessoas que plantam é extremamente importante, porque embora ela ainda não tenha uma escala, um impacto global grande, geralmente é focada em pontos estratégicos, em áreas de nascentes, de preservação permanente, e que se precisa ter uma política mais rigorosa de proteção. Então ela é importante além da questão simbólica de estarmos retornando um ecossistema que foi muito degradado.”  

O diretor ainda apresenta sobre a variedade de vidas e espécies no ecossistema do bioma e sobre a importância e influência dessas vidas para o ser humano. Em tempos de pandemia, é extremamente importante falar sobre a importância da preservação da natureza, e sobre os impactos que podem ser causados pelo mau uso. “O mau uso da fauna, de uma forma irresponsável, acabou fazendo com que um vírus que era natural de uma população animal pulasse para a espécie humana e causasse um impacto desse tipo. Ou seja, com a natureza saudável nós temos mais chances de termos pessoas saudáveis também.”, comenta Sergio a respeito da Covid-19.

Ouça a entrevista completa no player acima.

Tarde Nacional vai ao ar de segunda a sexta, no horário de 13h às 15h, pela Rádio Nacional de Brasília

Criado em 28/05/2021 - 08:05

Mais do programa