Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Na Trilha da História destaca o uso da canção popular em sala de aula

Pesquisadora Carô Murgel oferece curso na Olimpíada Nacional em História do Brasil para orientar professores a usar a música no ensino da disciplina

Na Trilha da História

No AR em 19/08/2019 - 08:18

O Na Trilha da História desta semana mostra como os professores de história podem usar a canção popular como ferramenta de ensino. A entrevistada deste episódio é a historiadora Carô Murgel, doutora em História Cultural pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e responsável pelo curso “A Canção Popular no Ensino de História”, inserido na programação da Olimpíada Nacional em História do Brasil.

As inscrições para o curso podem ser feitas pelo site da competição até 24 de agosto e as aulas a distância vão de 9 de setembro a 10 de dezembro. Durante a entrevista, Carô fala sobre marchinhas, sambas-enredo e outras canções que ajudam a entender o contexto histórico do século XX.

Historiadora Carô Murgel, responsável pelo curso “A Canção Popular no Ensino de História”
Historiadora Carô Murgel, responsável pelo curso “A Canção Popular no Ensino de História” (Foto: Neco Prates / Divulgação)

 

Também participa deste episódio a historiadora Cristina Meneguello, coordenadora da Olimpíada Nacional em História do Brasil, que dá mais detalhes sobre o curso e sobre a 11ª edição da competição, voltada para alunos do 8º e 9º ano do Ensino Fundamental e estudantes do Ensino Médio. Neste ano, equipes de 11 estados conquistaram medalhas de ouro, prata e bronze na grande final realizada nos dias 17 e 18 de agosto, na Unicamp. O Nordeste levou 58 das 75 medalhas.

Curso “A Canção Popular no Ensino de História”
Curso “A Canção Popular no Ensino de História” (Divulgação)

 

Trilha Sonora

Confira as músicas deste episódio: “História da Corte (composição de Toquinho e Paulo César Pinheiro / interpretação de Toquinho); “Bico-de-Lacre não vem mais”, (marchinha de Osvaldo Santiago de 1930 / interpretação de Alvinho); “Aquarela do Brasil” (composição de Ary Barroso e interpretação de João Gilberto, Gilberto Gil e Caetano Veloso); “Sublime Pergaminho” (samba-enredo da escola Unidos de Lucas, de 1968, composto por Carlinhos Madrugada, Nilton Russo e Zeca Melodia / interpretação de Martinho da Vila); "Os Inconfidentes" (composição de Chico Buarque e Cecília Meirelles / interpretação de Chico Buarque); “Presidente Bossa Nova” (composição e interpretação de Juca Chaves); “Tropicália” (composição e interpretação de Caetano Veloso) e “Benfeitores do Universo” (samba-enredo da escola Cartolinhas de Caxias de 1953 composto por Helio Cabral / interpretação de Zélia Duncan).

 

Confira os horários do programa:

 

Sábado, 11h: Rádio Nacional FM Brasília 96,1 MHz, com reprise na quinta-feira, às 22h;

Sábado, 11h: Rádio Nacional AM Brasília 980 kHz; com reprise no domingo, às 11h;

Sábado, 6h: Rádio Nacional do Rio de Janeiro 1.130kHz;

Sábado, 18h: Rádio MEC do Rio 800kHz, com reprise no domingo, às 7h;

Sábado, 13h (horário de Brasília): Rádio Nacional da Amazônia 11.780kHz e 6.180kHz em rede com a Rádio Nacional do Alto Solimões AM 670 kHz, FM 96,1 MHz, com reprise no domingo, às 6h.

 

O Na Trilha da História é apresentado pela jornalista Isabela Azevedo. Sugestões para o programa podem ser enviadas para culturaearte@ebc.com.br.

 

Os áudios do Na Trilha da História podem ser disponibilizados para retransmissão, sem fins comerciais, por meio da licença Creative Commons CC BY-NC-ND. Esta licença permite que os programas sejam retransmitidos desde que não sejam editados e mantenham o crédito da Rádio Nacional e da Rádio MEC - Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Em caso de interesse, basta enviar um e-mail para culturaearte@ebc.com.br.

Criado em 19/08/2019 - 08:27 - Episódio Na Trilha da História - A canção popular no ensino da História

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa